fbpx

Como utilizar inteligência artificial no RH da sua empresa

Como utilizar inteligência artificial no RH da sua empresa
8 minutos para ler

Resumo 

  • As mais diversas tecnologias estão presentes em todos os setores das empresas e isso também inclui a inteligência artificial no RH, que traz diversos benefícios para o setor, tornando-o cada vez mais estratégico.
  • Com o auxílio da IA, o setor de recursos humanos das empresas pode automatizar processos como o de recrutamento e seleção, a avaliação de candidatos, evitar perda de informações e auxiliar no bom relacionamento com os colaboradores. 

A inteligência artificial no RH pode ser utilizada para automatizar processos, cruzar dados, encontrar padrões e, dessa forma, gerar melhores resultados para as empresas. A grande questão é: como implementar a IA no setor mais humano da organização?

Segundo um levantamento realizado pela Gartner, o uso da inteligência artificial no RH e em outras áreas das empresas triplicou em 2018. Com o uso de IA, é possível criar soluções capazes de aprender com dados externos e com o comportamento do usuário. Esse conceito é chamado de machine learning, ou seja, o aprendizado adquirido pela máquina.

O Vice-Presidente de Pesquisa da Gartner, Chris Howard, afirma que “Se você é CIO e a sua empresa não utiliza inteligência artificial, as chances dos seus concorrentes utilizarem são altas e isso deveria ser uma preocupação”, já que o uso da IA nas empresas é um fator que pode ser decisivo em termos de competitividade.

O que é Inteligência Artificial?

A IA é uma área da ciência da computação que tem o objetivo de ensinar as máquinas a simularem tarefas que ainda são exclusivas dos humanos, como a descoberta de padrões, resolução de problemas e tomadas de decisões.

Dessa forma, são basicamente desenvolvidos sistemas que simulam a inteligência humana, fazendo análises, compreendendo situações e resolvendo diversos tipos de questões com uma velocidade muito maior do que a do cérebro humano. Isso só é possível por conta de um banco de dados que é constantemente abastecido com novas informações.

Atualmente, nós já convivemos com a inteligência artificial no dia a dia em diversos formatos: chatbots de atendimento ao cliente, corretor ortográfico do celular, assistentes virtuais por comandos de voz, biometria, etc.

Como a IA auxilia o setor de RH

A inteligência artificial pode ajudar o RH de uma empresa a: 

  • Facilitar o reconhecimento de padrões e tendências, ajudando na criação de estratégias mais efetivas e antecipação de problemas;
  • Tomar as decisões de forma rápida e assertiva, afinal os dados estão organizados e isso facilita a análise;
  • Entender os colaboradores da empresa, mesmo que o número de funcionários seja grande;
  • Acelerar a comunicação com os outros setores da empresa;
  • Tornar as avaliações à distância mais eficazes.

Sabendo que o capital humano é protagonista no sucesso das empresas, contar com a inteligência artificial no RH é uma forma de focar em melhores resultados. Confira a seguir algumas aplicações da IA no RH:

1) Evitar perda de informações 

O RH é um setor conhecido por ser burocrático, já que é responsável pelas questões legais, de contratação, desligamento e armazenagem de currículos. Por esses motivos, demanda muita organização para evitar a perda de informação.

Com o auxílio da inteligência artificial, é possível utilizar ferramentas de automação que filtram informações de forma imediata, trazendo assertividade e agilidade. Além disso, aumentam a produtividade da equipe. 

2) Controle de entrada/saída

Você certamente já precisou cadastrar sua digital para entrar e sair de algum estabelecimento, certo? A biometria também utiliza a inteligência da máquina e pode trazer benefícios para o RH. 

Quando a entrada e saída dos funcionários é registrada por meio de suas digitais, com um ponto biométrico, fica mais fácil para o RH medir a assiduidade e pontualidade dos colaboradores. Além disso, a biometria também facilita na hora de fazer o cálculo das horas extras.

3) Recrutamento e seleção

Processos seletivos de grandes empresas costumam ser longos, demorados e com milhares de inscrições para avaliar, certo? Portanto, fazer o cruzamento de dados e informações para encontrar um profissional qualificado para uma vaga, facilita e agiliza o processo no geral.

Isso é possível porque em redes sociais voltadas para o setor corporativo, como o LinkedIn, as pessoas disponibilizam diversas informações sobre sua formação acadêmica, cargos e habilidades.

Com o auxílio da IA, fica fácil filtrar candidatos e entender quais preenchem os requisitos necessários. Além disso, também é possível utilizar chatbots para convidar determinados profissionais a se inscreverem no processo seletivo.

A inteligência artificial serve para aperfeiçoar o recrutamento e seleção e estabelecer um processo mais ágil e assertivo, reduzindo os custos e aproveitando melhor o tempo. Dessa forma, é extremamente positivo para organizações que possuem um grande volume de candidatos ou que procuram pessoas com habilidades específicas. 

4) Avaliação de candidatos

É possível automatizar algumas etapas de avaliação de candidatos, como a realização de testes e entrevistas através de um chatbot. O processo seletivo da WAVY, por exemplo, conta com a solução de Prospecção, criada por nós. 

A Prospecção permite fazer a triagem dos candidatos de forma automática, rápida e ganhar tempo para o seu time. É possível também fazer a integração com plataformas omnichannel, enviar de conteúdos multimídia, perguntas personalizadas, lembretes para os candidatos que não completarem o fluxo e gerar de relatórios e dashboards. 

Funciona da seguinte maneira: primeiro é feita a ativação por meio de um canal conversacional que pode ser SMS, WhatsApp, Apple Business Chat ou RCS. Depois, com as perguntas personalizadas, a IA faz a qualificação dos candidatos. Por último, é tomada uma ação de acordo com a qualificação do candidato.

Isso significa que a IA permite medir de forma objetiva, com base em dados, como o comportamento de cada candidato se encaixa nas competências necessárias para a vaga e o desempenho geral durante as entrevistas, as dinâmicas e testes. No final do processo, você tem um relatório com o nome dos participantes mais adequados para o cargo.

5) Relacionamento com os colaboradores

Quando aplicada ao RH, a inteligência artificial tem o poder de aproximar e facilitar os relacionamentos, principalmente em empresas com uma grande quantidade de funcionários. 

Na WAVY, por exemplo, nós construímos uma trilha de onboarding de novos colaboradores através de canais conversacionais utilizando a nossa solução de Engajamento.

Funciona assim: pelo WhatsApp, a Ada, nossa bot estagiária do time de gente, envia orientações básicas sobre a admissão, lista de documentos, orientações para abertura da conta, dúvidas frequentes, vídeo com orientação para o primeiro dia, guia de sobrevivência, etc.

Além de facilitar a vida do recém-chegado, essa comunicação automatizada ajuda a diminuir a quantidade de ligações, solicitações e demandas que o RH recebe.

Outra forma de melhorar o relacionamento com os colaboradores é entender a visão dos funcionários sobre a empresa. Pensando nisso, a IA permite aplicar a pesquisas como a de clima organizacional e analisar os dados de forma prática a partir dos relatórios gerados. Assim, é possível pensar em ações mais certeiras para manter o engajamento dos colaboradores e isso ajuda a gerar insights para melhorar o ambiente de trabalho.

Para implementar um canal de comunicação com os colaboradores que permita a criação de uma trilha de onboarding (assim como a nossa), pesquisas de clima organizacional e qualquer tipo de comunicação com os funcionários, você pode entrar em contato para saber mais sobre a personalização da nossa solução de Engajamento. 

RH mais estratégico

O setor de RH tem se tornado cada vez mais estratégico. Ele deixa de ser visto como custoso para a empresa e torna-se essencial no processo de tomada de decisões globais da empresa. Afinal, sem avaliar as tendências de comportamento e produtividade das pessoas, a empresa fica no escuro na hora de tomar decisões.

Mas cuidado: automatizar os processos não significa que eles vão andar sozinhos. É necessário reconhecer o que as pessoas e o que as máquinas podem fazer de melhor, sendo que uma não substitui a outra, mas se complementam. Avaliar pessoas por meio de algoritmos, por exemplo, é uma forma de agilizar o processo, mas não podemos nos esquecer que o contato humano deve ser a palavra final

A melhor maneira de utilizar as inovações é juntando a inteligência artificial e a inteligência humana. O que realmente muda é que as tarefas operacionais passam a ser executadas pela máquina, enquanto o profissional de RH fica livre para realizar ações mais estratégicas.

Quer saber mais sobre como a IA pode ser utilizada nas empresas? Confira o nosso conteúdo “Inteligência artificial nas empresas: conheça as aplicações”

Se a sua empresa quer se manter atualizada em um mercado competitivo, entre em contato com nossos especialistas e descubra como podemos criar uma solução personalizada para melhorar o desempenho do RH da sua empresa! 

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-